O Brasil é o país com os maiores índices de depressão na América Latina. No mundo, nos últimos dez anos, o número de pessoas com depressão aumentou 18,4%. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 7,6% da população de adultos brasileiros já foi diagnosticado com o transtorno mental. Segundo o mesmo estudo, 18,6 milhões de brasileiros sofrem de ansiedade, assim classificando o país como o mais ansioso no mundo. Agora, com a pandemia e o isolamento social, vivemos tempos difíceis em que esse número tende a crescer.

Com o objetivo de proporcionar um local destinado ao compartilhamento genuíno de sentimentos, problemas, experiências, reflexões e poesias, o Sunas — plataforma de suporte emocional totalmente gratuita que busca unir pessoas que vivenciam os mesmos conflitos através de um espaço seguro e anônimo — pretende ajudar seus usuários a cuidarem de sua saúde mental.

Por meio da comunidade, profissionais de saúde, como psicólogos, e até outras pessoas que já vivenciaram os mesmos problemas podem auxiliar no tratamento da ansiedade, por exemplo.

A internet é um local conhecido por ser “obrigatório” divulgar a felicidade, porém no Sunas os membros podem ser sinceros e compartilhar realmente como se sentem para que a experiência seja 100% eficaz. Além disso, a plataforma encurta as distâncias entre usuários e profissionais da saúde, proporcionando acesso a conteúdos que auxiliam no processo de compreensão das dificuldades referentes a temas que englobam a saúde mental, através de textos, vídeos e podcasts.

A plataforma tem como missão promover uma comunidade centrada no apoio ao próximo e fornecer aos usuários um serviço que complementa métodos de ajuda emocional.

Sua visão é ser reconhecida como rede social com caráter humanitário possibilitando a troca de experiências entre pessoas e o apoio psicológico através de conteúdos gerados por profissionais da saúde, com o intuito de ajudá-las a lidarem com seus problemas emocionais e seus valores são: responsabilidade social, reciprocidade, perseverança, resiliência, respeito pela ética dos profissionais da saúde e respeito pela dignidade do ser humano.

“O Sunas foi criado porque acredito no poder da partilha para tornar nossos problemas mais leves, pois ao compartilhar o que sentimos podemos experimentar sensação de alívio e também ajudar outras pessoas com nossas experiências”, diz Sarah Pires, fundadora e CEO do Sunas. Dividida em diversas categorias como racismo, homofobia, luto, traumas, adversidades físicas, entre outras, a plataforma oferece uma comunidade segura e anônima para trocar experiências, compartilhar dificuldades e sentimentos, em que as pessoas podem expressar como se sentem sem sentir receio ou vergonha. Assim, conquistando o alívio, amparo de outros membros e apoio de conteúdos de profissionais da saúde.

O nome “Sunas” possui dois significados: primeiro, utilizado como gíria, que significa “estar de boa, tranquilo e sossegado”. É exatamente esse sentimento que a plataforma deseja para seus usuários. Segundo: “Suna”, palavra árabe, significa “caminho trilhado”, logo, Suna do profeta significa o caminho trilhado pelo profeta.

Sunas busca ajudar usuários a cuidarem da sua saúde emocional

Sobre a plataforma:


O Sunas é uma plataforma totalmente gratuita. Criada em março de 2020 por Sarah Pires, a startup social é incubada pelo Instituto Fazendo Acontecer — ONG de Educação Empreendedora e incubadora de startups sociais. Atualmente, o Sunas já conta com mais de 300 membros anônimos  e 60 profissionais da saúde cadastrados, destinados a facultar conteúdos focados nas questões trazidas pelas pessoas da comunidade.

Sarah Pires

Empreendedora social, Sarah fundou o Sunas em março de 2020 e atualmente é sócia majoritária. Formada em Publicidade e Propaganda pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, Sarah concluiu a faculdade e se tornou empreendedora, liderando o Sunas. Compreensiva, empática e determinada, Sarah tem como propósito de vida ajudar as pessoas e desde pequena é o que tem feito com familiares e amigos.

Outros temas e reflexões abordados na plataforma são: relacionamento saudável, sabedoria do silêncio, mau-humor, alimentação, ansiedade, autoestima, comportamentos e sentimentos, agressividade infantil, autoconhecimento, carência, conflitos, estresse, depressão, dependência emocional, entre outros.

Na plataforma você ainda encontra dicas e reflexões sobre o bem-estar e cuidados da saúde mental, neste período de quarentena. Profissionais da plataforma apontam dicas práticas e simples como boa alimentação, prática de exercícios e repouso.

O psicólogo da plataforma, Ivanildo Andrade, traz um trecho da Revista Brasileira de Psiquiatria: “… Em tempos de medo e incerteza, quando as ameaças à própria sobrevivência e à dos outros se tornam um dos principais problemas da vida cotidiana, muitos acreditam que os cuidados com a saúde mental podem esperar e que os esforços devem se concentrar na preservação da vida. No entanto, a saúde mental é precisamente uma das chaves para sobreviver a esta pandemia, recente estudo o que isso implica a curto, médio e longo prazo, desde a potencial crise na prestação de serviços de saúde até ajudar a preservar e reconstruir uma sociedade pós-pandêmica.”

Cadastrem-se e façam parte desta maravilhosa comunidade de suporte emocional.
Para maiores informações, acesse o site: https://www.sunas.com.br/ ou enviar e-mail para: contato@sunas.com.br

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui